27 de agosto de 2017

EU SOU ESPÍRITA

Achei pertinente escrever sobre religião pra vocês por muitos motivos. Passei a vida toda tentando encontrar sentido em religião, sempre frequentei mas sentia que faltava algo. Aquele Deus castigador, que seleciona escolhidos para viver no céu ou inferno, esse eu sempre me questionei se realmente existe. Estive no salão do reino das testemunhas de Jeová, estive na igreja católica, por fim na igreja evangélica, e em nenhuma dessas senti o amor de Deus como senti na doutrina espírita kardecista.

Achei esse texto no Facebook, ele define como me sinto:

"ESTA DOUTRINA ME EXPLICOU quem sou, de onde vim, para onde vou e o que estou fazendo neste planeta.
ELA ME ENSINOU QUE preciso olhar para dentro de mim, me compreender para poder compreender o próximo. Pois, se eu tenho meus conflitos, falhas, erros, dificuldades, defeitos, com certeza, todos que convivem comigo neste mundo, também tem. Estamos todos na luta, numa guerra interior, brigando conosco mesmo para corrigir estas falhas.
ENSINOU QUE LIVRE ARBÍTRIO não é propriedade minha, mas de todos, por isso devo respeitar quando alguém pensa e age diferente de mim. Não tenho o direito de impor nada a ela. E quando uso mau este livre arbítrio haverá uma consequência que terei de reparar nesta ou na outra encarnação. O plantio é livre mas a colheita obrigatória.
Que tenho direitos, mas tenho também OBRIGAÇÕES e que meu direito acaba quando começa o do próximo.
QUE TODAS AS RELIGIÕES SÃO BOAS e, consequentemente, devo respeitá-las porque gosto que respeitem a minha.
QUE A SALVAÇÃO NÃO DEPENDE DA RELIGIÃO, mas da prática da caridade conosco e com o próximo.
QUE O PRÓXIMO é qualquer pessoa que convive conosco neste planeta, seja ele de outra religião, de outra raça, heterossexual ou homossexual, rico ou pobre, palmeirense, são paulino, corintiano, etc., enfim, devemos ajudar e conviver bem, respeitando, sem preconceito.
QUE CARIDADE não é só a esmola, mas também a tolerância, a paciência, o abraço amigo, a mensagem consoladora, a visita ao doente, uma prece, etc etc etc.
QUE SER CRISTÃO vai além de cultos externos, de rótulo religioso, de declarações de amor vazias sem a prática dos ensinamentos do Cristo, enfim, que a fé sem obras é morta.
ENSINOU que O JESUS DO ESPÍRITA não é visto apenas com interesse de pedir, mas de ensinar e que serve de GUIA e MODELO a ser seguido.
COM ESTA COMPREENSÃO, de saber que cada um está num grau de evolução... que todos temos um passado reencarnatório que está presente nesta encarnação... que estamos resgatando e reparando erros... que convivemos na família com afetos e desafetos para aprendermos a AMAR, para nos reconciliarmos e perdoarmos, ME ALIVIA e DÁ FORÇAS para seguir em frente buscando ser hoje melhor do que ontem E TENTAR SER AMANHÃ MELHOR DO QUE FUI HOJE."

Victor e Laura, a nossa casa tem diversidade religiosa: mãe é espírita, avó evangélica, tio ateísta, avô agnóstico, Vic católico devoto de nossa senhora Aparecida, e Laura ainda sem definição nenhuma de fé. Mas todos nós conseguimos até certo ponto respeitar e tolerar os pensamentos do outro.

Em tudo na sua vida quero que seja assim. Tolere e ame o próximo, tente seguir os ensinamentos que Jesus deixou na terra. Essa é a verdadeira prova de fé, não importa aonde vc esteja.

Com amor, mãe.

25 de julho de 2017

Pepino

Victor experimentou pepino hoje... Ele come tudo o que você oferece, desde que você diga quais vitaminas o alimento possui e qual parte do corpo dele será beneficiada.

Então, o perguntei:
- Victor, o pepino é bom para qual parte do corpo, será? Pro coração?

Ele respondeu:
- Não mãe, o pepino é bom para a alma!


27 de abril de 2017

Mães e mais

Fui convidada pelas maravilhosas do blog mães e mais a escrever um artigo sobre a maternidade solo, sobre como me sinto (acho que não existe exemplar melhor que eu, mãe solo duas vezes).
O problema é que estou a dois dias seguidos olhando pra tela do computador, o word em branco, pensando, digitando e apagando, pensando....
Tanta coisa pra dizer! Tanta coisa não posso dizer!

Esse texto quando for parido vai ser a forceps....

Tentativa número 3 será hoje, e prometo que hoje sai!

1 de abril de 2017

Sobe o morro, desce o morro, corta o morro

Eu tenho um carinha que todo dia chega da escola me mostrando algo novo... E me surpreendo como está absorvendo tudo tão rápido!
Já sabe escrever várias letras, identifica o próprio nome em meio a outras palavras, e já sabe desenhar de modo que a gente entende os desenhos, e não como rabiscos de bebê

Inclusive pra quem não entendeu o título, ele está me ensinando a fazer a letra A

Primeira lição de casa:


Todo concentrado de língua de fora cobrindo as linhas pontilhadas

1 de março de 2017

Fígaro

Fígaro foi o primeiro animalzinho de estimação das crianças. (Não conto o Bob, nosso cão, porque originalmente ele é do tio Murilo).
Pois bem, acordávamos, chegávamos perto do aquário, e ele já vinha todo feliz abanando as nadadeiras (e antes que achem "nossa, a mãe é louca" pesquisem sobre a inteligência dos bettas), aí dava uma bolinha na mão de cada um deles, que o alimentavam.
Um belo dia, não tão belo.... Mainha chegou perto do aquario (sorte dessa vez eu não ter chamadoeles logo de cara), o peixe estava caído nas pedrinhas do fundo. Pensei que tava dormindo, bati no vidro, nada.
Pensei: "fudeu"
Enfiei a mão no aquário e encostei no rabo dele, tava mole que nem amoeba!
Caraca, e agora? Conto? Compro outro?
Mas eu gostava tanto dele que não tava sabendo lidar com aquilo sozinha! Chamei os dois e falei com a voz mais neutra possivel: "filho, o fígaro foi morar com papai do céu"
Na mesma hora Victor virou pro aquario, foi até lá, bateu no vidro, e começou a gritar comigo "porquê você não trocou a água? Você não limpou ele direito! Porque deixou ele morrer?"
Saiu correndo puto da vida, sentou no sofá e começou a chorar! Não um choro de criança, um choro de frustração que todos nós sentimos diante desse fato irremediável que é a morte....
Eu fui até o Victor, e o consolei dizendo que Fígaro agora estava com Deus, e ele me disse "é mas eu gostava dele vivo aqui na sala"
Como lidar?

25 de janeiro de 2017

Eu tô morta e não me avisaram

Muitos concursos pra esse ano, muitos kg pra perder, o blog parado à meses, projetos de trabalhar num novo negócio, pegar firme no estudo do Kardecismo...
Juro por Deus que queria fazer todas essas coisas ao mesmo tempo, me sentir útil, sentir que estou plantando alguma coisa pro futuro... mas entre dois filhos, falta de dinheiro, um divórcio que não sai e uma fila de atuais dos ex me atormentando... eu quero mais é ficar em casa comendo amendoim e assistindo netflix

:(

Ps: preciso trocar o banner disso aqui, tá muito infantil pra capacidade intelectual dos filhos que tô criando kkkk (um menino que assiste Cosmos, e uma filha que já faz comentarios com ironia e sarcasmo, não dá mais o Toy Story)

Alguma alma caridosa faria um banner novo pra mim? (pidona)

25 de agosto de 2016

Apareceu a margarida

To sumida ne? Eu sei... é que o aplicativo do celular blogger nao presta!

E aí sentar em frente à um computador é tarefa complicada. Aproveito o pouco tempo livre pra estudar....

Bom, as crianças estao bem, cada dia mais maravilhosos e amorosos. Laura uma princesa, cheia de amor, e carinhos, está aprendendo muita coisa na escolinha....


Passando meu batom, escondida

Não são lindos dormindo juntos?

O Victor, bem... o Victor está in love com os avós paternos e o pai... e eu estou in love com toda essa reaproximação que esta fazendo muito bem ao meu filhote



Fato curioso: Recebi uma foto do Henry quando era criança, pela semelhança, já sabemos como ele será na vida adulta


E Eu? Bom, eu estou linda como sempre, hahahahah e modesta tambem! Contei que finalmente tirei minha habilitação? Mas não adianta nada, pois ninguem me empresta um carro :(



Hasta la vista, friends

PS: essa postagem ficou ó: uma bosta!!!!!