31 de dezembro de 2012

Metas para 2013

Entra ano, sai ano, e Ludmila continua a mesma coisa.

Como esse ano aconteceram mudanças drásticas, fantásticas, entusiásticas e fodásticas na minha vida, acho que mereço fazer uma listinha com metas para o ano que se inicia:

1 - Organizar a primeira festinha de aniversário do Vic
2 - Colocar em prática a idéia que tive para um negócio próprio.
3 - Ser mais auto-suficiente
4 - Ter paciência com aqueles que me cercam, isso inclui o Vic, apesar de ele ser bonzinho
5 - Voltar aqui dia 31/12/2013 e ver se consegui

Ia fazer dez metas, mas as cinco primeiras tenho certeza que terei o maior trabalhão em cumprir, então melhor cinco na mão do que dez voando, right?

E vc? Já pensou nas suas metas para 2013?

FELIZ ANO NOVOOO!!!!

29 de dezembro de 2012

Retrospectiva 2012

O que dizer do ano 2012?
Não começei o ano muito bem... afinal tinha acabado de abrir mão de uma pessoa que eu julgava importante, e até então achava que ainda valia a pena lutar... 
E no meio de Fevereiro uma surpresa: BHCG POSITIVO! Que susto!

Quase casei, quase fui morar numa casa sozinha com o Henrique e meu bebê, mas de última hora desisti (ainda bem), quebrei o coração de muita gente esse ano, e tambem tive meu coração quebrado diversas vezes, 
Tive ódio, tive amor, briguei, chorei, fui pra hospital mais vezes do que ja fui em toda minha vida, fiz mais de 15 exames de sangue (bem mais) perdi as contas de quantos ultrassons fiz
Fiz o blog "as aventuras de Laurinha" pra depois descobrir que Laurinha era Victor, mudei tudo... 

Minha gravidez foi, em questão de saúde física, perfeita. Fiz tudo que me recomendaram pra que fosse um menino saudável, tive minhas vontades e desejos satisfeitos (Murilo, mãe, e pai... pela salsicha, galinhada e água de côco, respectivamente). 

Fui atras de gente que não presta e essa pessoa me mostrou que não valia nada mesmo.
Vi que o bem mais valioso na vida da gente é a família.
Tive um parto misto. Normal e cesárea. 11h em trabalho de parto pra no final não ter dilatação e ter que tirar na faca. PAUSA PARA RELEMBRAR O MOMENTO MAIS LINDO DA MINHA VIDA. 
Engordei 12kg e já emagreci 14kg, fiz minhas luzes de novo

Vic passou por todas as etapas normais de um bebê: dificuldade pra amamentar, cólicas, noites insones, sorrisos banguelas, vacinas, sustos, e hoje está com dois meses, preenchendo meu coração de amor e alegria.

 Escolhi a dinda e o padrinho, que são minha prima Pamela, e meu irmão, Murilo
Continuei com amizades eternas e verdadeiras, fiz novas amizades reais e virtuais (BBC)...

Então...OBRIGADA POR TUDO MEU DEUS!!! E que venha 2013 com a esperança de dias melhores e o resto da minha vida ao lado da única pessoa no mundo que me será leal até o fim, te amo, meu filho!!!
Fiquem com Deus, e feliz ano novo,

26 de dezembro de 2012

Mania nova

Começou discretamente:



Agora toda vez que ele vai dormir faz isso:







Qual será a próxima que esse guri vai inventar?

23 de dezembro de 2012

Feliz Natal



Obrigado, meu Deus... Pela minha família, pela oportunidade de passar esse primeiro natal e ano novo ao lado da minha mamãe, que o Senhor me dê mais muitos anos de vida para que eu possa ainda dar muito orgulho a todos que me cercam.

Peço, Senhor, pela saúde e alegria da minha vovó Divina e vovô Marcos, minha mamãe, muita paz pra minha dindinha Pam e minha titia Paloma.. Muita paciência pro meu titio Murilo... E pra mim, eu só quero mais e mais carinho de todos esses que citei!

Ainda peço que o Senhor olhe por todos os amigos da minha mamãe que visitam esse blog, os bebês que nasceram junto comigo e os amigos virtuais que estão distantes demais pra me dar um abraço de feliz natal!

Amém.

21 de dezembro de 2012

Amamentação

Aviso: Esse post não é engraçado, e demorou séculos pra sair por conta disso. Eu estava tomando coragem pra escrever sobre esse assunto que me dói muito.

Quero contar a história desde o começo...

O Vic sempre teve problemas com amamentação. Ficamos três dias no hospital sem necessidade porque eu não estava conseguindo amamentá-lo. (inexperiência minha, aliada à fome tremenda e desesperada que ele tinha, além disso os bicos dos meus seios eram planos, e como os seios estavam gigantes cheios de leite, era muito peito pra pouca cara, só depois que fui aprender a tirar o leite manualmente, já chego lá)

Primeira mamada:


No segundo dia, as enfermeiras já davam 5ml de fórmula, pois a glicose dele baixava (mediamos varias vezes por dia). Até que no terceiro dia uma enfermeira abençoada veio e me ensinou uma posição que ele pegava o seio e conseguia mamar, era essa:

(não reparem na barriga, eu tava recém-parida rs)

Pois bem, fomos pra casa, e nos dois primeiros dias tudo na paz, mas mamava o tempo todo, eu vivia para amamentá-lo, só que não conseguia comer porque tive uma DPP (de tanto que falei disso aqui, acabei tendo...) 

Começou o tormento das feridas no seio. Eu sabia que as teria mas não sabia que doeria tanto. Sangrava, o neném tomava leite com sangue, aí como eu não sabia que deveria fazer topless, usava a concha de amamentação e acabei adquirindo um fungo no seio, decidi parar por uma semana pra tratar, só ordenhava e dava na chuquinha.

Quando sarou me lembro exatamente o dia que eu notei que alguma coisa estava errada. Todos sabem que uma mamada dura 15 minutos, certo? O Victor nesse dia passou duas horas contadas no relógio mamando no meu peito e chorando desesperadamente. Corremos pra doutora Madalena (pediatra dele na época) ela pesou ele e ao invés de engordar ela notou que ele tinha emagrecido 200g do peso do nascimento.

Ela receitou NAN porque "você está fazendo seu filho passar fome" (palavras dela). Por aí ja começou meu drama.

Eu dava o peito e o NAN, até que  meu seio feriu de novo, e eu dava o peito chorando, literalmente. Tentei tudo: Lanidrat, casca de banana, bico de silicone e nada

Lembro que quando ele estava no peito ainda, pegava depois de muita insistência, chorando, e quando pegava, não durava nem dez minutos.

Até que chegou o dia que simplesmente não pegou mais. Tentei, juro por essa luz que me ilumina, meu Pai, que tentei! Por mais de meia hora forçando a cabeça dele de encontro ao meu seio, enfiando o peito à força na boca dele, mas só conseguia fazer ele chorar, perder o fôlego, ter ânsias de vomito (nunca vi uma coisa dessas).

Me desculpem as xiitas da amamentação. Mas eu não aguento ver o meu filho chorando de fome e ficar fazendo o bichinho chorar. Me parte o coração!

Ainda tentei forçar mais uns dois dias, mas realmente não deu. É com muito pesar que informo que a nossa aventura com a amamentação acaba aqui.

O que resta são as fotos e a recordação de uma das melhores experiencias de carinho que tive na vida:



PS: Como se não bastasse a separação, ainda ouvi de pessoas próximas de mim, que a CULPA É MINHA, E EU QUE NÃO QUERO AMAMENTAR. Meus seios estão cheios de leite, mas ele não quer mais.


18 de dezembro de 2012

Papai cruel

Descobri que ainda tenho medo de papai Noel! Eu, do alto dos meus 24 anos de idade ainda tenho medo do velho capitalista bom velhinho!

Fomos ao shopping pra fazer a foto clássica de Natal e qual não foi minha surpresa ao perceber que minhas pernas não queriam andar até ele, meus braços vacilaram ao entregar o Vic, murmurei um "obrigada" e saí quase correndo!

Mas a foto saiu:



Olha a cara de tédio dele rsrsrs

Depois fui pra casa pensando... Acho que o que me deixa apreensiva é a maquiagem... deixam o cara branco como cera, as bochechas salientes, parece que ele está morto, sei lá!

Depois eu pensei: coitado né? É só um senhor com barba tirando seu dinheirinho a mais, na certa ele é um avô também, come e caga vive no Brasil como todo mundo... 

Mas não adianta, posso ir mil vezes lá, que mil vezes vou tremer na base! Entendo perfeitamente as crianças que choram quando estão frente a frente com ele, e se o Vic no futuro tiver medo também, não vou forçar!

Outras fotos desse mesmo dia:






Feliz Natal a todos!

15 de dezembro de 2012

Vic chorando




Cadeirinha frutinhas

Vic ganhou mais uma cadeirinha, a "Frutinhas" da Dican

Ela tem um dispositivo que vibra embaixo, dizem que acalma o bebê, é bem colorida, tem brinquedinhos pendurados, e toca música.

Pergunta se o Vic gostou.

Não ficou nem 5 minutos!

Pra ser sincera também não curti muito, pois apesar de ter cinto de segurança, achei muito grande pra ele e ficava caindo pro lado toda hora...

Fotos:



(olha que cara de coo, meu Deus, kkk)

(Só deu uma mexida nos brinquedos e pronto)

Provavelmente só vou usar quando ele estiver mais durinho, usarei pra dar papinhas, etc...

Bom domingo chuvoso a todos!

13 de dezembro de 2012

Brincadeiras

Quando eu estava gravida de uns 6 meses, eu tinha feito um post que ficou só no rascunho, sobre que tipo de brincadeiras devemos fazer de acordo com a faixa etárea de cada criança (um dia publico, mas como vou explicar, talvez não seja necessário).

Pois bem, eu fiz esse post, porque eu nunca na vida soube brincar com um bebê, só com crianças que já falam, etc... Eu me sentia uma idiota, e não sabia sequer fazer aquelas vozinhas finas, sabem?

Futuras mamães, se estiverem com essa insegurança, PAREM agora! Sabe qual é a maior alegria da maternidade? Arrancar um sorriso do seu bebê, e te digo, você vai fazer qualquer coisa pra conseguir isso: vai dançar hakuna matata pelo quarto, vai fazer barulho de motorzinho com a boca, enfim, mil palhaçadas que nunca imaginou que faria

Eu e o Vic brincamos todas as tardes, ele ri das coisas mais banais, até olhando pra parede branca ele ri:

(a brincadeira sempre começa depois do banho)






Depois de uns dez minutos de brincadeira ele cansa, aí vem a hora de parar:

(fica sério, bravo)

(aí muda de semblante, e...)

(mamãe nina até dormir!)

(seu lindo)

Beijos bambinas! E brinquem muito com seus babys!


Estava entalado

Bom diaaa seus lindos!!

Este post é pra você!

Você que há alguns meses atrás disse que me odiava, que queria que eu morresse, disse ainda que eu não tinha coração, que não tenho capacidade de amar ninguém, e que deixaria meu filho aos cuidados dos meus pais, pega essa:

Victor vai muito bem, obrigada.

Acordamos juntos às sete da manhã, DOU um banho nele, em seguida EU o alimento (ele mama a cada três horas, agora), NÓS brincamos um pouquinho, FAÇO ele dormir, e VOU arrumar as coisas dele (lavar as roupinhas e passar as que estavam no varal).

Ele fica nesse dorme e acorda até as sete da noite, horário que fica aceso, aproveito pra dar outro banho nele (quando ta muito calor dou vários banhos ao longo do dia) fico brincando com ele até as dez horas, aí vamos para o nosso quarto, deixo ligado o som com o CD de música clássica que ouvíamos na gravidez, e FAÇO ele dormir... Depois disso ele só acorda às 4h da manhã pra mamar, ACORDO com ele, se ele chora, sou EU que faço ele se acalmar, se preciso for ficar acordada mais um pouquinho, FICO sem reclamar, e tenho toda a paciência do mundo com ele.

Portanto, seu veneninho caiu no chão... Tomara que nasca uma plantinha bem bonita, porque o esterco já adubou!

Victor é um bebê extraordinário! Na minha opinião ele é tão inteligente, que me parece precoce...
Do alto dos seus 45 dias de vida ele já:

- Ri alto (gargalhadas),
- Tenta imitar os movimentos da minha boca (uma tentativa de falar, pasmem!)
- Sustenta o pescoço sozinho, tanto de bruços na cama, como sentado no meu colo por vários segundos
- Reconhece músicas que eu ouvia com  ele durante a gravidez
- Sabe exatamente a nossa rotina diária, tanto que quando coloco o CD de dormir (quatro estações, de Vivaldi, e Mozart) ele já para de bagunçar
- Fica sentadinho quietinho no bebê conforto do meu lado enquanto escrevo neste blog
- Presta atenção em tudo que é colorido ou se mexa, ao seu redor

Acho que isso, por si só, já mostra que sou uma boa mãe, e que irresponsável, é quem fala pelos cotovelos!

That´s all, folks!!

Beijussss e não me liga!

11 de dezembro de 2012

Não me lembro como eu era antes de você

Em um minuto eu estava sentada na minha cama olhando para um teste positivo, e no minuto seguinte estava fazendo força pra você vir ao mundo... As coisas aconteceram rápido, não tive sequer tempo pra me acostumar com a idéia, e você já estava nos meus braços.

(eu tinha ficado devendo essa, ta tremida mas taí)

Neste momento, estou aqui na cama ouvindo música (meu amor, você me dá sorte na vida) você est5á deitado no seu bercinho usando a primeira roupinha que eu comprei pra você quando soube que estava grávida (claro que tirei foto):



Você dorme como um anjinho, sabe?

Minha boca sente o gosto das palavras "meu filho", e testo ela de várias formas: "Estou deitada olhando meu filho" "Como te amo, meu filho" "Eu sou Ludmila, e tenho um filho" "Meu filho, meu filho, meu filho"

É, tem um ótimo e assustador sabor...

Ainda ontem eu estava acordando de madrugada para ir trabalhar. Eu pensava em que? Em gestão da qualidade? Em Luiz? Em regime? Em festas?

Nossa, eu tomava bebidas alcoolicas! Isso parece uma lembrança distante! Eu fazia happy hour toda semana, me chamavam pra sair e eu simplesmente pegava a minha carteira e saía!

Hoje eu acordo de madrugada, mas pra olhar o rostinho mais lindo do mundo, eu penso em você dia e noite, nas coisas que vou te mostrar, no que vou te ensinar sobre o mundo, não penso mais nas coisas (ou em quem) eu perdi... O mundo hoje tem outro valor, quero estar rodeada só de pessoas que te olham com benevolência

Filho, ainda penso em regime, ainda morro de vontade de sentar num barzinho com os amigos e tomar margueritas até voltar pra casa chifrando os barrancos, mas me pergunte se eu trocaria isso pelo resto da minha vida ao seu lado? A resposta é NUNCA

Eu sou paciente, sei que a nossa vida muda todo dia, você é a prova disso, sei que você vai crescer muito rápido, sei que logo vou estar dizendo "filho, não chegue muito tarde" e até lá, posso estar casada, ou não, você pode ter sua irmã Laura, ou não, posso estar ainda na casa da sua avó, ou na nossa, mas uma coisa te digo: "Sempre, sempre vou estar no seu time, você está em primeiro lugar na minha vida, você é prioridade, amo você mais do que qualquer pessoa na minha vida, e sei que falo pelo seu pai também...

PS: Você acordou e eu te peguei no colo, preciso dizer que você tem o cheiro da pureza!



Te amo muito

beijos, mamãe