10 de julho de 2012

Plano de parto


Bom dia e me desculpem pelo sumiço, essa semana teremos dois posts especiais, a entrevista, e um outro surpresa, portanto começaremos a semana com um informativo basiquinho sobre os planos de parto...

O plano de parto é uma lista de itens relacionados ao parto, sobre os quais você pensou e refletiu. Isto inclui escolher onde você quer ter seu bebê, quem vai estar presente, quais são os procedimentos médicos que você aceita e quais você prefere evitar.

Nos EUA, onde começou a ser difundido, o plano funciona como uma carta, onde a gestante diz como prefere passar pelas diversas fases do trabalho de parto e como gostaria que seu bebê fosse cuidado após o nascimento.

No entanto, acreditamos que o maior valor do plano de parto é justamente propiciar uma maior reflexão e compreensão sobre o tipo de parto que você prefere. É um exercício que pode ajudá-la a definir aquilo que é importante para você, e com esta informação em mãos, fazer com que esteja mais bem preparada para conversar com seu médico. Não se trata, portanto, de uma lista de ordens, mas de um ponto de partida para a conversa.

Então refleti bastante (esqueci a idéia de banheira rsrs) e escrevi meu plano de parto

Durante o trabalho de parto

Acompanhante: Minha mãe, indispensável, e se possível, o Henrique.
Lavagem Intestinal: Não creio que seja necessário.
Liberdade para caminhar ou mudar de posição
Uso de água no trabalho de parto (banho etc)
Bebidas e alimentos com alto teor de carboidratos e pouca gordura à vontade -Porque comer pra mim é essencial, e se vierem com um copinho de agua e soro, acho que aí sim teremos um escândalo.



Agua e bebidas leves - Vou precisar me hidratar
Tricotomia: NÃO SE APROXIMEM DE MIM COM UMA GILETTE, PRETENDO JÁ CHEGAR DEPILADA NO HOSPITAL
Infusão intravenosa apenas se houver indicação médica. - A infusão intravenosa restringe a mobilidade e interfere no relaxamento. A ingestão de líquidos leves no trabalho de parto reduz a chance de desidratação. As hemorragias em partos espontâneos e não medicamentosos são muito raras para justificar o uso de infusão preventiva
Monitoramento fetal eletrônico - Pode ser, desde que não atrapalhe no trabalho de parto
Rompimento espontâneo da bolsa das águas - O líquido amniótico contido na bolsa tem um efeito de proteção, equalizando a pressão sobre o bebê, o que resulta em menos pressão na cabeça. O rompimento artificial das membranas aumenta as chances de infecção e cria um limite de tempo para o parto, além de resultar em contrações geralmente mais dolorosas.
Medicação para alívio da dor - Por favor, nao ignorem meus pedidos de anestesia
Ocitocina ou drogas de efeito similar para indução ou aceleração do trabalho de parto apenas sob necessidade médica.

Durante o parto

Posição para expulsão confortável (para mim) e eficiente.
Episiotomia apenas se for necessário. - Ao permitir que a cabeça do bebê emerja vagarosamente, apenas sob as forças uterinas, o períneo tem maiores chances de distensão, o que minimiza as chances de lacerações. A recuperação da episiotomia pode ser bastante desconfortável. A cicatriz muscular pode afetar posteriormente o prazer sexual. A episiotomia diminui o período expulsivo, podendo ser necessária em caso de sofrimento fetal ou se for preciso o uso do fórceps. Muitos profissionais de saúde fazem a episiotomia rotineiramente, independente de ser necessária, o que não tem qualquer justificativa aceitável.
Bebê colocado imediatamente no seu colo (ou sobre a barriga ou nos seus braços).


Bebê amamentado assim que possível.
Vínculo precoce mãe-bebê. - As primeiras horas após o parto são muito importantes no desenvolvimento da ligação afetiva entre os pais e o bebê. Eles não deveriam ser separados em nenhum momento.
Tirar fotografias ou filmar durante o parto.

Pós parto

Amamentar
Não deverá haver separação entre mãe e bebê a menos que haja indicação médica.


Não oferecer ao bebê água, leite em pó (fórmulas), chupeta ou bicos
Visitas

Em caso de cesárea

Ser informada de cada procedimento associado à cesárea (testes, tricotomia, sonda urinária, etc).
Tricotomia parcial (do abdome até a altura do osso púbico). - Diminui o desconforto quando os pelos começam a crescer novamente, sem aumento nas chances de infecção.


Uso de anestesia peridural/raquidiana (não utilização da anestesia geral).
Rebaixamento do protetor ou uso de espelho na hora do nascimento
Sem o uso de sedativos pós-operatórios
Vinculo precoce mamãe-bebê

Esse é um bom exercício a se fazer, mesmo que voce saiba que metade de suas exigencias não serão ouvidas na hora do "vamos ver". Então meninas, arregacem as mangas e façam seus planos, quero ver o de todo mundo!

Aqui embaixo, na fonte, tem um modelinho mais fácil pra seguir na hora de montar seu plano:

Fonte: http://www.amigasdoparto.com.br/plano.html

Um beijo, e boa semana a todos nós!

Um comentário:

  1. Bom dia Lud! Saudades mulher...Hoje completo 27 semanas...de sentimentos grávidos profundos...rsrsrs....Graças a Deus tudo bem. Tô te mandando por e-mail o convite de chá de bebê do meu João Victor. Depois abre lá e confirma presença heim! Adorei o post! Plano de parto...kkkk. Bom, que vc e seu pequeno tenham uma semana maravilhoooooooosa cheia de paz! Beijos com carinho,
    Cris e João Victor.

    ResponderExcluir

Oba! Adoro quando você comenta!