16 de outubro de 2012

Igor, um anjinho no céu

 


Mãezinha querida... Seu coração está em pedaços... Não há dor maior do que a perda de um filho...

Aprendemos a amá-los de uma forma tão grandiosa, tão completa, que não conseguimos mais enxergar o mundo sem a sua presença ao nosso lado.

Descobrimos um tipo de amor que nos faz crescer e nos faz amar a vida como nunca antes havíamos amado. E subitamente são levados... Aos poucos meses, horas, nos primeiros anos... Ou um pouco mais tarde. 

Mãezinha querida... Seu coração pede consolo, pede uma razão para continuar vivendo...
E esta razão estará sempre em seu amor por eles.

A morte não mata o Espírito e também não mata o amor.

Deus está com seu filho nos braços, mãezinha.
Você não perdeu seu filho, embora a realidade pareça mostrar isso diariamente, pelo buraco que sua ausência na Terra deixou.
 
Quando a saudade apertar e o ar parecer faltar, lembre, mãezinha, dos momentos felizes com ele, lembre de abraçá-lo com carinho em suas orações aos céus.

Ele receberá seu abraço e ficará feliz por saber que em sua alma não há revolta, não há ódio ou rancor, há apenas a natural e saudável saudade.

Diga que o ama muito, que sente falta, é certo, e que é este amor que lhe sustenta os dias na Terra, esperando o sonhado momento do reencontro.

Mãezinha querida... Você não está sozinha neste momento difícil: Deus está com você. Conte com Ele.

Texto extraído do site http://umanjonoceu.zip.net/
 
 Me desculpem a falta de palavras próprias, mas ainda não consigo externar o que estou sentindo, Mari, sinta-se abraçada por todas nós.

2 comentários:

  1. MEU DEUS... LUD OQ HOUVE? EU ACOMPANHO O BLOG DA MARI! FIQUEI MTO TRISTE!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada, amiga!!!!!
    De coração, muito obrigada!!!

    ResponderExcluir

Oba! Adoro quando você comenta!