11 de dezembro de 2012

Não me lembro como eu era antes de você

Em um minuto eu estava sentada na minha cama olhando para um teste positivo, e no minuto seguinte estava fazendo força pra você vir ao mundo... As coisas aconteceram rápido, não tive sequer tempo pra me acostumar com a idéia, e você já estava nos meus braços.

(eu tinha ficado devendo essa, ta tremida mas taí)

Neste momento, estou aqui na cama ouvindo música (meu amor, você me dá sorte na vida) você est5á deitado no seu bercinho usando a primeira roupinha que eu comprei pra você quando soube que estava grávida (claro que tirei foto):



Você dorme como um anjinho, sabe?

Minha boca sente o gosto das palavras "meu filho", e testo ela de várias formas: "Estou deitada olhando meu filho" "Como te amo, meu filho" "Eu sou Ludmila, e tenho um filho" "Meu filho, meu filho, meu filho"

É, tem um ótimo e assustador sabor...

Ainda ontem eu estava acordando de madrugada para ir trabalhar. Eu pensava em que? Em gestão da qualidade? Em Luiz? Em regime? Em festas?

Nossa, eu tomava bebidas alcoolicas! Isso parece uma lembrança distante! Eu fazia happy hour toda semana, me chamavam pra sair e eu simplesmente pegava a minha carteira e saía!

Hoje eu acordo de madrugada, mas pra olhar o rostinho mais lindo do mundo, eu penso em você dia e noite, nas coisas que vou te mostrar, no que vou te ensinar sobre o mundo, não penso mais nas coisas (ou em quem) eu perdi... O mundo hoje tem outro valor, quero estar rodeada só de pessoas que te olham com benevolência

Filho, ainda penso em regime, ainda morro de vontade de sentar num barzinho com os amigos e tomar margueritas até voltar pra casa chifrando os barrancos, mas me pergunte se eu trocaria isso pelo resto da minha vida ao seu lado? A resposta é NUNCA

Eu sou paciente, sei que a nossa vida muda todo dia, você é a prova disso, sei que você vai crescer muito rápido, sei que logo vou estar dizendo "filho, não chegue muito tarde" e até lá, posso estar casada, ou não, você pode ter sua irmã Laura, ou não, posso estar ainda na casa da sua avó, ou na nossa, mas uma coisa te digo: "Sempre, sempre vou estar no seu time, você está em primeiro lugar na minha vida, você é prioridade, amo você mais do que qualquer pessoa na minha vida, e sei que falo pelo seu pai também...

PS: Você acordou e eu te peguei no colo, preciso dizer que você tem o cheiro da pureza!



Te amo muito

beijos, mamãe


7 comentários:

  1. lud, se o caio fosse menina, iria se chamar Anna Laura, kkk. Ta plagiando!!!1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh esse blog antes de eu descobrir o sexo se chamava "as aventuras de laurinha" o meu é só Laura, sem o Ana! rs

      Excluir
  2. Que coisa linda de se ler, que orgulho eu sinto de você nesse momento. Quantas vezes eu te disse que quando o homem da sua vida estivesse do seu lado os outros homens seriam bem menos importante? Que lindo esse amor, Lud....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari, sua safada, volta pro face, to com saudadona de vc! Obrigada pelo coments, realmente é uma coisa sem explicação, até dói!

      Excluir
  3. Muito lindo o que voce escreveu , esse amor que nos sentimos por nosso filhos não tem explicaçao .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iza, seu bebe ta lindo, dei uma bizoiada la no teu blog, nossa, sensacional!

      Excluir

Oba! Adoro quando você comenta!