22 de dezembro de 2013

Pra descontrair!

Esse texto sempre me faz rir, será assim com o novo baby?

As preocupações mudam com o tempo:
O que vestir
1º bebê. Você começa a usar roupas para grávidas assim que o exame dá positivo.
2º bebê. Você usa as roupas normais o máximo que puder.
3º bebê. As roupas para grávidas são suas roupas normais.

Preparação para o nascimento
1º bebê. Você faz exercícios de respiração religiosamente.
2º bebê. Você não se preocupa com os exercícios de respiração, afinal lembra que, na última vez, eles não funcionaram.
3º bebê. Você pede a anestesia peridural no oitavo mês.

O guarda-roupas
1º bebê. Você lava as roupas que ganha para o bebê, arruma de acordo com as cores e dobra delicadamente dentro da gaveta.
2º bebê. Você vê se as roupas estão limpas e só descarta aquelas com manchas escuras.
3º bebê. Meninos podem usar rosa, né?

Preocupações
1º bebê. Ao menor resmungo do bebê, você corre para pegá-lo no colo.
2º bebê. Você pega o bebê no colo quando seus gritos ameaçam acordar o irmão mais velho.
3º bebê. Você ensina o mais velho a dar corda no móbile do berço.

A chupeta
1º bebê. Se a chupeta cair no chão, você guarda até que possa chegar em casa e fervê-la.
2º bebê. Se a chupeta cair no chão, você a lava com o suco do bebê.
3º bebê. Se a chupeta cair no chão, você limpa na camiseta e dá novamente ao bebê.

A papinha
1º bebê. Você compra tudo natural, prepara você mesma e prova antes de dar ao bebê.
2º bebê. Você prepara a papinha com os ingredientes comprados para a família.
3º bebê. Pega a sobra do jantar e amassa tudo com caldo de feijão.

Troca de fraldas
1º bebê. Você troca as fraldas a cada hora, mesmo se elas estiverem limpas.
2º bebê. Você troca as fraldas a cada duas ou três horas, se necessário.
3º bebê. Você tenta trocar a fralda antes que as outras crianças reclamem do mau cheiro.

Atividades
1º bebê. Você leva seu filho para as aulas de musicalização para bebês, teatro, contação de história...
2º bebê. Você leva seu filho para as aulas de musicalização para bebês.
3º bebê. Você leva seu filho para o supermercado, padaria, etc.

Saídas
1º bebê. A primeira vez que sai sem o seu filho, liga cinco vezes para casa para saber se ele está bem.
2º bebê. Quando você está abrindo a porta para sair, lembra de deixar o número de telefone de onde vai estar
3º bebê. Você manda a babá ligar só se ver sangue.

Em casa
1º bebê. Você passa boa parte do dia só olhando para o bebê.
2º bebê. Você passa um tempo olhando as crianças só para ter certeza que o mais velho não está apertando, beliscando ou batendo no bebê.
3º bebê. Você passa um tempinho se escondendo das crianças.

Banho
1º bebê. Usa uma banheira nova, cheia de brinquedinhos pendurados, com sabonete especial e água fervida.
2º bebê. Usa a banheira do irmão mais velho, não importa a cor, não tem mais brinquedos. Você amorna a água e usa qualquer sabão.
3º bebê. Coloca o bebê em pé no box e lava com água comum.

Engolindo moedas
1º bebê. Quando o primeiro filho engole uma moeda, você corre para o hospital e pede um raio-x.
2º bebê. Quando o segundo filho engole uma moeda, você fica de olho até ela sair.
3º bebê. Quando o terceiro filho engole uma moeda, você desconta da mesada dele.
kkkkkkkkkkk que horror!

21 de dezembro de 2013

Victor e o limão

Adoro experiências de "primeiro contato". E essa foi a primeira vez que o Victor provou o sabor azedo (limão):

video


A gente tentou dar a fatiazinha de limão na mão dele, mas começou a passar na cara toda, aí demos na colherinha e fez essa cara!

Demais né?

19 de dezembro de 2013

Primeiro ultrassom do nosso novo baby

Buenas tardes! Fui ali comprar umas roupinhas de grávidas para o calor, mas disse que voltava hoje, estou aqui!

Dessa vez eu fui muito confiante pra o exame, mal pareço aquela guria cheia de medo aparecer algo errado, impossível não reparar em como uma segunda maternidade é diferente da primeira, a gente se sente tão mais capaz!

Só uma coisa não mudou: A alegria de ver o coisinho na tela, que coisa mais lindaaa de Deus o meu pacotinho!

Vamos lá:

Peso fetal: 116g
Fêmur: 1,68cm
146 bpm (pra quem não lembra, batimentos cardíacos por minuto)
CC (circunferencia cefálica): 11,4cm
CA (circunferência abdominal): 9,02cm

Pra não perder o costume, fui verificar num site o sexo, segundo os batimentos cardíacos, e deu menino:



Será outro menino? Vamos esperar até o dia 30 próximos, vamos comemorar esse ano novo em grande estilo!

Beijooos


18 de dezembro de 2013

E o bamerindus continua numa boa


Pausando um pouco no assunto casamento, novo baby e fim de ano na globo, vamos falar do VICTOR

Meninada, eu tinha ido pra Sampa resolver aquilo sobre o cartório, e fiquei três dias lá com o noivo (ai, depois conto como foi o noivado, esqueci rsrs) na volta, mal reconheci meu filho! Da noite pro dia ele aprendeu mil coisas, acho que a vovó passou os três dias só ensinando ele a fazer artes:

- Dar tchau e mandar beijo na sequencia (antes só se a gente fizesse pra ele ver antes, agora só pedir que ele manda)

- A lista de palavras aprendidas:
Titio,
Mamãe (sem chorar rsrs uma vitória isso)
Papai (quando vê a foto do Edu no celular)
Bob (chamando o cachorro)
E uma infinidade de sílabas sem sentido, a mim me parece uma língua desconhecida pelos seres humanos, uns dádágugubiriboliguar que parece que a língua dele vai dar um nó,
Caí toda vez que cai, inclusive às vezes ele se joga só pra dizer que caiu rsrs

- Pega qualquer telefone, fixo ou móvel, e coloca direitinho na orelha (antes ele colocava na nuca) e fala ALÔ, seguido daquele palavreado em catalão, ou mandarim

- Pega qualquer livro e "conta a história" pra nós

- Assiste e gosta do clipe "cantando na chuva", vocês sabem, aquela clássica do Gene Kelly

- Dança ao som de Gangnam Style, batendo com um pé só e girando, batendo as mãos, etc

- Quando alguém o repreende, coloca as duas mãos no rosto e finge chorar

Enfim, um prodígio do jardim de infância. Estou vomitando arco-íris todos os dias, e explodindo de orgulho!

Bjões




5 de dezembro de 2013

Here I go again


Enjoos - OK

Dor de cabeça - OK OK OK

Impedimentos alimentícios - OK

Qual é mesmo a parte boa de estar grávida? Ah sim, no final, te dão um pacotinho com um bebezinho todo cor de rosa dentro e te deixam levar pra casa!

Ainda não tirei nenhuma foto, mal tenho tempo de ler histórias ou cantar para o bebê que está na barriga, e óleo de amendoas passa longe da minha pele. Tudo isso porque o Victor me toma todo o tempo possível quando está acordado, e quando dorme, tenho que cuidar das coisas dele. 

Uma coisa que não me contaram mas eu como sou boazinha conto a vocês. Na primeira gestação, somos toda uma cobra sonolenta que só vive comendo e dormindo, tirando fotos semana a semana, vomitando arco-íris, comprando mimos que nunca vamos usar nos babys etc. Na segunda... bom, a segunda a gente fica feliz por não esquecer de tomar o ácido fólico!

E ainda tem gente me pedindo postagens semana a semana! HAHAHAHAHAHAHA

Mas também tem o seu lado bom, afinal, nada mais é uma surpresa no quesito dúvidas (na primeira parece que qualquer sopro que pegamos, vai prejudicar o baby, hoje sei que eles são mais fortes do que pensamos), temos menos medo de como será, afinal já estamos "treinadas".

Prometo que vou arrumar um tempinho para fotos, e essa semana que vem posto meu ultrassom, que já está prontinho!

E que venha com saúde, pois lindo eu sei que será!

Beijos!



26 de novembro de 2013

Sejamos justos


Eu sou daquelas pessoas bem "coração de mãe" mesmo, e esse blog é assim, tem que ter lugar pra mais um...

Pensando nisso, pretendo alterar mais uma vez o nome deste blog, que já foi "As aventuras de Laurinha" quando achei que esperava uma guria, agora é "As aventuras do Vic", e qual será o próximo nome?

Me sugeriram parir outro blog, mas eu não me vejo cuidando de duas crianças e dois blogs, que dão quase o mesmo trabalho (cof cof), e se um ficar mais bonito ou mais detalhado que o outro, vai gerar ciúmes nas crianças (kkk) então vou dar uma mudada no layout (paguei quase cem contos de réis por esse e lá se vai tudo!)

Alguém me sugere um nome?

Quero um nome prático, que não dê trabalho pra digitar lá no navegador, etc... e que transmita o assunto, que são as minhas experiências com dois hijos!

Aguardo sugestões!

Um beijo!

25 de novembro de 2013

Um é pouco, dois é bom....


Estou grávida novamente!


Melhor começar a postagem de forma bombástica, chocante, que odeio ficar rodeando até chegar no assunto, vcs me conhecem né?

Pois é verdade, o Vic ganhará um irmãozinho ou irmãzinha em breve (estou com 15 semanas de gestação).

E não é só isso que vamos ganhar. Junto vai vir um marido maravilhoso pra mim(estou de casamento marcado já), um papai pro Vic que o ama muito, uma família como sempre sonhamos e uma casinha nossa, pequena mas cheia de amor e cuidados pra os dois pequenos (A merda é que junto com a gravidez vem a viadagem, to escrevendo e já com o zóio cheio de lágrimas hehehe).

O Edu está explodindo de felicidade, e eu também, pois essa gravidez está sendo diferente em muitos aspectos. Estou sendo mais paparicada pelo pai do baby (o contrário da gestação do Vic), é muito bom ter alguém te ligando pra saber notícias, alguém fazendo carinho na sua barriga, falando com o bebê, alguém cuidando do Victor pra eu esticar as pernas um pouco, pra variar...
E alguém que é HOMEM de verdade que assim que soube da gestação tá correndo atrás de tudo pra nos dar conforto, ao invés de se preocupar em comprar um monitor novo pro seu computador (kkk desculpem, não resisti a essa).

Assim que eu tiver o primeiro ultrassom mostro os detalhes aqui no blog, inclusive essa gravidez está sendo diferente, pois fui premiada com uma hérnia no umbigo, que ainda não sei se poderei ter parto normal, e pretendo fazer laqueadura, o que está me cheirando uma briga futura (pois o Edu quer ter três filhos, e três é demais pra mim);

Além disso, já estamos pensando até em quem vamos chamar pra batizar o novo baby, e isso também está sendo um pouco estressante.

Já sinto dores nas pernas, dessa vez tive muito enjôo e as dores de cabeça começaram bem cedo! Enfim, o protocolo de sempre...

Um beijo, e peço a vocês que não me parabenizem pelo facebook ou algo do tipo, me chamem em inbox, pois como sabem, minha vida é um livro fechado, mas de capa transparente, pra ler basta se esforçar um pouco, e to fugindo dos mesmos bisbilhoteiros de sempre!

Será que agora vem a Laurinha?

Beijos!

Meu emprego relâmpago


Eu não disse que sentia falta de trabalhar?

Pois bem, pintou um serviço numa casa de ração, e eu fui cheia de coragem trabalhar por lá. Como minha mãe está em casa, deixei o Victor com ela. E saía de manhã, voltando às sete da noite.

Resumo da ópera: Victor teve dificuldades para se alimentar e ficou doente.

Meu emprego só durou uma semana, pois a creche de Mongaguá, dá vontade é de trazer as crianças todas pra casa pra cuidar melhor, tadinhas.

O negócio é primeiro adaptar o rebento numa escolinha decente, e aí sim ir procurar um emprego. Esse menino é muito apegado a mim, e a culpa é inteiramente minha, pois durmo com ele na cama, e passo o dia todo com ele grudado. Agora aguenta!

Até a próxima!

Bjs

29 de outubro de 2013

27 de Outubro


Podem me chamar de mulher de pouca fé! Eu havia dito que não haveria festa de aniversário pro Vic, pois estávamos meio quebrados de grana, mas no último dia meu pai fez um "bico", minha mãe juntou as economias e o Eduardo também ajudou, e fizemos a festinha do Vic com muito capricho, PASMEM no tema do Toy Story!

Sem mais delongas, vamos às fotos:



(Titio afanando uns docinhos antes da festa começar)

(Vic comendo pipoca)


(Apesar de o Vic estar com sono, e com começo de gripe, 
conseguiu brincar um pouquinho com os priminhos, se divertiu bastante)

(Vovô coruja)

Dinda e dindo

Papai Edu e mamãe

(Alguns dos convidados mais ilustres da festa: Sara, Hyram, 
Nicolas, Maria Luiza)

(Vic já com sono, quase deitando na prima Sara)

(Minha família, só faltou o Edu)


Foi um clima muito gostoso, pois a festa foi bem íntima, chamamos somente os primos menores (com seus pais, obvio) no fim tinha 20 pessoas, mas eram as pessoas das mais queridas, das mais amadas.

Nota mil pro vovô que FEZ todos os docinhos da festa (brigadeiros, beijinhos, e mais dois doces, o rosa e o amarelo, que ele aprendeu a receita na net um dia antes pra enfeitar mais a mesa e não fazer feio).

Nota mil pra vovó que correu atrás de toda a decoração, enquanto eu estava trabalhando pra ajudar nas despesas com a festa.

Nota mil pro titio e pro primo Jonathan que ajudaram a cuidar do Vic enquanto eu trabalhava e ajudava meus pais no grande dia.

E finalmente, nota mil pro Eduardo, que não nos deixa sentir falta de nada, nem de ninguém. A presença dele ali foi pra mim e, acredito que para o Vic também, muito importante. Senti muito orgulho de apresentar ele pra família toda, e muita alegria de ter ele ali ao meu lado na mesa na hora dos parabéns, pois ele tem feito muito por nós, vejo que se importa e nos ama de verdade. E gente, o que escrevo aqui é de coração, pois ele nem tem tempo de ler o blog, e também não dei acesso pra ele kkkk

E bora tocar a bola pra frente, daqui a pouco tem mais postagens (preciso contar do meu emprego relâmpago rs)

Beijos!

O passeio no parque ecológico

Boa tarde!

Botando as novidades em dia!

Essas fotos são do final de semana passado, resolvemos fazer um passeiozinho em família, e foi tão agradável!

(O Vic adorou o passeio, dá pra ver pela carinha dele)


(Eu adoro pássaros, essa foto não podia faltar)

(Titio Mike)

(Ele amou a parte do aquário)

(com vovô e vovó)


Espero que possamos repetir esse tipo de passeio ao ar livre, gostamos muito!

Beijos a todos!


23 de outubro de 2013

A hard day´s night


Desculpem o sumiço, é que ARRUMEI UM EMPREGO! hehehe

Estou super na correria, pra arrumar escolinha pro Vic, que por enquanto está sob os cuidados da vovó Diva. E lá no meu trabalho (uma casa de ração que acabou de inaugurar, imaginem o trampo!), a correria está demais também...

Juro que tento postar algo no sábado a noite!

Beijossss

9 de outubro de 2013

How I met your father

(entendedores entenderão)

Kids, no ano de 2003 eu morei em Guarulhos por 1 ano, ocasião em que estudei num colégio chamado Ary Gomes.

Lá eu fiz muitos amigos, inclusive com um garoto chamado Eduardo, apelido "Potiara" (ele tinha esse apelido porque ficou com uma garota de descendência indígena que se chamava Potiara, sacomé criança né? Logo virou apelido dele, pra zuar)

A gente era (ou achava que era) os pops da escola, sempre no meio de todas as confusões, zuando tudo e todos, e apesar de tudo, com notas boas.

Eu guardo até hoje alguns desenhos que ele fazia pra brincar com os outros colegas de classe:

(não reparem nos palavrões, a gente tinha 14 anos,
e se achava o máximo)

(esse foi um desenho que ele fez de mim: 
uma onça brava, sempre chamando ele, 
vê que nessa época já rolava um frisson da minha parte rsrs)

E esses éramos nós na época de escola:

(Eu sentada abraçando a Marcela)

(Ele abraçado com a Rosilene)

Creemdeuspai, como a gente era feio!

Tivemos um momento "meu primeiro amor" (juro, foi igualzinho) demos UM beijo na escada da escola, escondido de todo mundo, e foi tão rápido que impossível não lembrar desta cena:


Enfim, dez anos se passaram, cada um seguiu sua vida, ele namorou uma menina por sete anos, eu namorei umas trâs pessoas (uns três anos cada uma) e no fim acabei engravidando do Vic, e ele ficando solteiro de novo.

A primeira vez que ele me (re)viu eu trabalhava no Poupatempo ainda, era noiva do Luiz, e mal nos falamos, mas aí ele chegou em casa e a primeira coisa que fez (palavras dele), foi me procurar no Orkut (êêê como somos velhotes hehehe), encontrou meu perfil, mas estava grudado com o do Luiz, então ficou só nos "oi, como vai, quanto tempo!!"

Mais dois anos e ele tropeçou em mim de novo, dessa vez no Facebook (tive uma visão do Victor lendo essa postagem no futuro, será que o Facebook também será ultrapassado? Veremos)

Viu que eu estava grávida, pelas fotos, então imaginou que eu fosse casada, e mais uma vez, só adicionou, mas o papo era bem amistoso, nada além do "velhos amigos de infância" aliás, se chegamos a nos falar uma vez foi muito.

O tempo foi passando e ele não via nenhum indício de que eu era casada, então o Vic nasceu, mais dez meses se passaram, até que em uma bela noite (ah, mentira, era uma noite comum) eu estava madrugando na internet atrás de alguma série boa pra assistir, quando de repente a janelinha de conversa sobe e vou resumir essa parte porque é meio pessoal, mas em suma, conversamos até as três da manhã, eu contei todos os meus infortúnios com o pai biológico do Vic, e ele contou sobre a ex dele que também não era lá essas coisas, e de repente nos deu um estalo, não tem como explicar, aquele momento em que os assuntos triviais acabam e fica aquele "e aí?" no ar.

Como nessa semana, ele estava trabalhando em Cubatão, ficamos de nos ver no final de semana, meio que já estava implícito que iríamos tentar ter alguma coisa mais séria, porque logo de cara no facebook, ele já foi dizendo a real, que o sonho dele era ter uma família, e com a ex que não queria nada com nada, ele perdeu sete anos da vida dele, ou seja, não estava mais pra brincadeira.

Nossa, agora contando pra vocês, parece loucura né? Mas o fato é que ele chegou no sábado a noite, e eu lembro como se fosse hoje, que fui buscar ele no ponto, e a euforia de vê-lo depois de dez anos fez com que praticamente corrêssemos ao encontro um do outro e demos um beijo cinematográfico (tava chovendo, ainda, foi cena clássica de filme rsrsrsrs)

Conheceu meus pais, no mesmo fim de semana começamos a namorar, conheci a mãe dele, e desde então eu tenho sido muito, mas eu disse MUITO feliz mesmo, com ele. Nos vemos todos os finais de semana, e fazemos planos (o melhor é que não são só planos, estou vendo as coisas acontecerem) para um futuro (não muito distante) casamento.

O Victor e ele se dão super bem, graças a Deus ele ama meu filho (convive muito bem com ele, tem paciência, trata como se fosse dele, me ajuda a cuidar quando estou na correria aqui em casa, etc.)

Os dois:


 


Ah! Se ele manja dos paranauê?

Robin: I was all like, “He knows a woman’s body better than she knows her own. Endless waves of pleasure just cresting and breaking for hours and hours, blah blah blah. Orgasms so intense, you just black out.” All that stuff.
     How I Met Your Mother 6.02 - “Cleaning House”
kkkkkk


Eu acho que ele é minha alma gêmea (a gente sempre acha quando tá apaixonada, mas enfim), o mesmo espírito brincalhão, os dois grudentos no modo hard, a mesma vontade e os mesmos sonhos na vida. Eu to cheia dos gifs hoje, mas só pra finalizar:

Somos um casal "Legen (wait for it) dary"



Beijosssss



2 de outubro de 2013

Estamos blindados

Boa tarde!

Agora sim, hein?

Chega de bisbilhoteiro por aqui! Estou me sentindo tão livre que a musica do gladiador não pára de tocar na minha cabeça (now, we are free). Me sinto como um agente secreto com um monte de coisinhas felizes pra contar mas que são tão complexas que causariam rebuliço em alguns círculos em que sou mal falada (hehehe)

Vou dar uma enxugada no blog. Leia-se transferir as postagens informativas para a página do face, e deixar este blog somente com a cara que eu havia sonhado no início da gestação do Vic: Um diário pessoal sobre ele.

Bom, por aqui andamos muito bem. Vic agora está com quatro dentes, quase andando sozinho (já se equilibra em pé sem apoio, porém não dá mais que um passo). Ele passou a gostar repentinamente de galinha pintadinha, isso significa que por um bom tempo não terei que escutar o Rock do cocô. Mas já estou enjoada de pintinho amarelinho também, então não muda muita coisa.

Eu e Eduardo também estamos muito bem. Agora posso dizer à vontade aqui que o Vic está adorando a presença dele nas nossas vidas, está aprendendo a falar "papá" e parece que somos uma família de comercial de Doriana. Tenho até medo de alguém estragar, de tão bom que está. Ele é fantástico, mais pra frente vou fazer uma postagem contando como nos conhecemos (presumo que vocês queiram saber, né? Já que me enviaram os seus e-mails para continuar me acompanhando)

Acredito que todos aqui ficarão felizes em saber que estamos com muitos planos, a curto e a longo prazo, entre eles, casório! Isso mesmo! A dona doida aqui vai desencalhar!


Aliás, esse ano promete muitas emoções. Enfim, estou muito feliz!

Um beijo a todas e até a próxima!




24 de setembro de 2013

Privatização


Bom dia!

Muitas que já estão por dentro dos paranauê da blogsfera, já vão entender pelo título e das três uma: ou tentar me convencer a não fazer, ou comentar lá em baixo com seu endereço de e-mail, ou simplesmente pensar "dane-se".

Mas vou explicar porque quero fazer isso.

To cansada de gente vampira me chupando as energias. To com saudade de falar palavrão. Quero falar mais de como está minha vida a três sem ter que esconder fotos porque vai irritar alguém. Foda-se. To cansada da busca incansável por parceiros comerciais, patrocínio, convites, etc.

Eu criei o blog pra contar para o Vic, como eram as coisas na vida dele e na minha, antes que ele tivesse entendimento. Aí foram surgindo as oportunidades de comercializar informação, e eu fugi do própósito que era fazer um diário de presente pro meu filho.

Além disso, e esse é o principal motivo, quero fechar as portas na cara (e tomara que bata bem na fuça) de pessoas que não acrescentam nada, e ainda por cima usam as coisas que escrevo, contra mim. (Pasmem, isso aconteceu!). Também não quero mais ser xingada porque prefiro a fralda tal, porque amamentei só até dois meses, ou porque defendo a cesárea. Cansei, cara, sinceramente!

Aos meus parceiros comerciais, agradeço imensamente a oportunidade de aparecer nas mídias de vocês, ao jornal A Tribuna pelo convite de entrevistas, aos blogs parceiros, com todas as suas postagens coletivas e selos...

Eu sei que fechando as portas, vou estar privando muitas pessoas de conhecer o blog, que modéstia à parte, eu acho um dos melhores que existem (corujice? prepotência? que seja...) e que por aqui eu fiz amizade com muuuita gente. Mas sinto muito people. Por causa de meia dúzia de filhos-da-puta, eu vou fechar isso aqui.

Já sabem o que fazer né? Comentem aqui embaixo com o e-mail de vocês, pra eu liberar o acesso a quem quer continuar lendo, ou então comentem na página do face (link aqui na lateral do blog), ou ainda preencham o formulário de contato na aba "contatos" aqui em cima.

Dou uma semana pra vocês mandarem, depois disso vou fechar. Se quiserem indicar o blog pra alguém também, me mandem o e-mail da pessoa que eu libero, sem problemas.

Pra os que continuarem comigo, o blog não vai mudar muito, só vou diminuir as postagens de utilidade pública, e aumentar as de cunho pessoal. Talvez eu faça um ou outro sorteio só pra não perder o costume, mas não será mais regra.

Beijos a todos





20 de setembro de 2013

Vale tudo

Porque na hora da refeição, vale até apelar pro santo!


Eu ja fiz isso com o Vic!!!

*Sugestão do amigo Saimon Mafioso Mafiolli.


18 de setembro de 2013

Como se não houvesse amanhã

Sumida, eu? Magina!

Só estou feliz demais, sonhando acordada por aí, suspirando pelos cantos e etc. Coisa de apaixonada.

Eu tenho milhaaares de coisas pra contar pra vocês, mas como aqui é cheio de olho gordo, e etc, prefiro contar quando já tiver acontecido, mas quem for de bem e quiser me ajudar com pensamentos positivos, agradeço imensamente! As coisas na minha vida estão fluindo pra melhor de uma maneira tão rápida que estou até com medo de acabar!

As novidades sobre o Vic: ele está quase andando sem precisar segurar na parede. Agora ele têm TRÊS dentes. Come biscoitos e batata frita com a própria mãozinha (aleluia, pretendo que ele aprenda a comer sozinho rápido hehehe)

Estou sem ter como passar as fotos da máquina fotográfica, pois perdi o cabo (foi para a terra do bebeléu junto com meu RG) mas assim que der, posto algumas!

Não deixei, nem deixarei de blogar, ainda essa semana venho com uma pesquisa de campo (olhaaa que chiquee kkk) sobre os prós e contras de fazer uma festa infantil em fast-foods.

Beijoos

3 de setembro de 2013

O restinho da semana em Guarulhos


Onde eu tinha parado mesmo?

Ah, sim, na terça feira!

No restante dos dias a coisa ficou mais interessante! Conheci o Guto, filho da minha amigona Joicy:




Também conheci uma outra amiga do Baby Center (olhaaa, estou conhecendo todas aos poucos, hehehe próxima meta: gauchinha!)

Kelly e seu baby gordinho e risonho, Heitor:



A vó Beth veio visitar:

(Se acabou num docinho)


E como não posso deixar de comentar, saímos bastante com o Edu, compramos nossa aliança de compromisso.. aiai (apaixonadinha, gente...):


(Vic já come batatinha frita no Mc´Donalds!)

(Fui conhecer a sogra, eitaaa)


Na volta o Vic andou de metrô e onibus pela primeira vez na vida, de olho em tudo ao redor! (Eu não tirei foto disso, pois tava cheia de malas)

Bom, foi isso... a semana foi ótima, tá boa de repetir já!

Beijos e até o fim de semana posto mais alguma coisa pra compensar o tempo que fiquei longe de vocês!



Fraldas Capricho - Lançamento


Acabo de receber via correio, o lançamento da fralda Capricho no tema do Rei Leão, no pacote tinha um pack tamanho EG com 16 unidades e 2 amostras, eu testei somente as amostras pra dormir, pois o Vic ainda usa G, mas deu certo!



A qualidade Capricho continua excelente, toque macio, barreiras resistentes e formato anatômico, além claro, do indicador de umidade que eu já tinha dito por aqui...


*

*

O diferencial em relação às outras que já me enviaram é que as fraldas vem com a fita decorativa personalizada com estampas do Rei Leão, com uns números que facilitam na hora que colar a abinha, ajustar...

Curtam Fraldas Capricho  no Facebook e fiquem por dentro das novidades!

Um beijo e até a próxima

*Imagens retiradas da Internet, não consegui tirar fotos ainda

27 de agosto de 2013

The perfect week


Desculpem o clichê no título, sacomé, estamos na última temporada de How I met your mother, e a abstinência está tomando conta do meu ser.

Estou blogando da casa da minha avó paterna, fiquei por aqui uma semana, para desespero da minha mãe, que já está me ameaçando de uma surra caso eu não volte na quinta-feira com o neto dela a tiracolo hehehe.


Eu sinto um amor muito grande por essa cidade, Guarulhos, vivi ótimos momentos por aqui, e a maioria dos amigos que carrego até hoje também são daqui, então estou aproveitando a semana para rever o máximo possível os meus amigos, e matar a saudade do namorado também (ninguém é de ferro, né doutor?)


O Vic está adorando, pois a bisa deixa ele fazer tudo e mais um pouco, pense num Victor cor de carvão no final do dia! 






(Todo sujinho de melancia)


Passeamos muuuito no shopping:



(Bem interessado na fonte)


(Tentando falar)

Bom, por enquanto é isso, ainda é terça-feira e até sábado ainda vamos passear bastante! Ainda essa semana, vou blogar sobre umas atrocidades que notei no "mundo lá fora"

Beijos!