2 de janeiro de 2013

Preconceito

Primeiro post de 2013 trazendo um assunto mais que polêmico: preconceito com mães solteiras.

Estava eu a bisbilhotar paginas de "humor" no facebook, quando me deparei com a seguinte imagem (link enviado pelo Rick, pai do Victor)




Reparem no nome da página, "Orgulho de ser hetero" pqp, morri

Mas enfim, embaixo desta imagem, tinha uma discussão quilométrica sobre o assunto. Uns defendiam a nossa honra, outros nos colocavam abaixo de merda... Alguns exemplos:

Octávio Moura Minha mãe criou eu e a minha irmã, S-O-Z-I-N-H-A

Wanderlei Guimarães tô dentro se a mãe for bonita e gostoza...

Rodrigo Vilela O que eu não concordo é aquela mulher que só arrumou "bad boy", 

"pegador" e afins para se divertir, depois que engravidou e viu que o pegador em questão 

não ia reconhecer a criança, a mulher sair atrás de alguém com o estereótipo que ignorou e 

humilhou a vida inteira!!! Porque ela vai arrumar um pato para bancar a cria dos outros E 

VAI CONTINUAR SAINDO COM OS CAFAJESTES!!!

Pedro Calixto # Fujam das Pistoleiras e da Lei da Paternidade Sócio- Afetiva.

Senão você vai ver o que as mamys solteiras são capazes de fazer.

Com tanta mulher no mundo, não vá procurar uma que tem filhotes de outro macho, seu 


otário.


Preciso exprimir minha opinião a respeito dessas pessoas? Com exceção do Octávio (coloquei um comentário bom, pra balancear, e não achei outros mais curtos)

O que fazer quando o preconceito está tão enraizado na mente dos homens machistas, orgulhosos de serem heterossexuais, quando não escapamos nem dentro da nossa própria casa?

Hoje tive um momento chocante (mas que depois do susto nem me surpreendeu tanto assim, vindo de quem veio)

Estava eu a cuidar do Vic, e minha mãe se aprontando pra levar minhas primas ao médico. Chega meu pai e começa a discutir pra ela não ir, porque estava chovendo e a pista totalmente parada (os paulistas subindo a serra) conversa vai, conversa vem, acabou por terminar com ele dizendo "Você tem que me obedecer, sou seu marido, o dia que você me ouvir, vai se dar bem"

Ela foi embora, e eu, indignada com o que meus ouvidos estavam ouvindo, comecei a alegoria de defesa.

Ele, sem perceber que eu estava contra ele, começou a falar dela, como se eu fosse concordar, com o "galo de briga" que ele pensa que é.

Quando de repente, ele me solta: "Você é igualzinho ela, por isso que você é mãe solteira"

Pera ainda! Como se ser mãe solteira fosse um castigo, como se eu tivesse um x na testa pra marcar que eu faço parte da escória da sociedade!

Minha resposta? "Pra ter um marido fdp como você, prefiro ficar sozinha"

E fui ser feliz em outro cômodo da casa.

Agora me respondam: Porque eu sou mãe solteira, eu sou menos gente que algum de vocês? Por acaso eu peço dinheiro a alguém, pra ajudar a criar meu filho (Com exceção do pai dele)?  Por acaso eu estou desesperada atrás de alguém pra não ficar sozinha? E por acaso, ter um homem do meu lado, é garantia de felicidade?

NUNCA, eu disse nunca, vou colocar a minha felicidade nas mãos de outrem, NUNCA, e eu disse nunca, quando (ou se) arrumar alguém pra compartilhar minha vida, vou chamar ele de "otário pra bancar"

Rodada? Conheço muita menina criada em casa, na igreja, que faz tudo que eu faço por baixo dos panos, a unica diferença entre o resto do mundo e eu, é que eu não me cuidei como devia. Mas o fato de eu ter engravidado não determina o grau de safadeza, não.

E contrariando à visão de pessoas como meu digníssimo pai, e à desses otários orgulhosos de sua masculinidade, eu sou muito feliz com meu filho, não sinto pena de mim mesma, pois ser mãe solteira foi uma escolha minha, eu resolvi encarar isso com dignidade, como muitas mães que criam seus filhos sozinhas pelo mundo afora.

2013 começou com o pé direito pra mim!

#Desabafei

Muitos vão dizer "Você está expondo seu pai. E ESTOU MESMO! Pra que todos saibam a que ponto chega, e o que eu vivo no dia-a-dia, antes de falar que minha vida morando com meus pais é fácil.

5 comentários:

  1. Lud, ergue a cabeça, pega seu guri no colo e deixa esse povo pra lá...tem muito homem nojento e machista no mundo, pra ficar com um desses mil vezes melhor ficar sozinha...

    ResponderExcluir
  2. Nossa amiga, você precisa ter calma, realmente esse preconceito é muito chato e ainda para mais vindo de nosso próprio pai? Ficamos com o coração partido..ergue a cabeça amiga, vai! Estou com você, muita força para aguentar tudo isso, quando precisar, você pode me chamar viu. Beijão

    ResponderExcluir
  3. Não permita acusações,Lud! Cabeça erguida e bola pra frente para começar um 2013 com tudo!!! Se valorize sempre e nunca deixe de exigir os direitos do seu filho!!! Afinal, vc pode ser mãe solteira( no momento)mas seu filho tem pai!!! Beijos!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Palmas p vc querida! Falou lindamente, ninguem depende de homem p ser feliz! E pode ter certeza q vc terá o melhor homem do mundo SEMPRE ao seu lado, SEU FILHO! Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Certíssima amiga, nunca deixe os outros serem superiores a vocês, ser mãe solteira é o ato mais nobre que existe, pois todos sabemos que não é nada fácil, e concerteza os homens não aguientariam essa tarefa, muitos deles nao aguentam nem acompanhado de mulher, quanto mais sozinhos.

    Fica calma e relaxe, ignore esses comentários sem noção desses homens machistas. Tenho certeza que vocÊ vai educar seu filho de forma que ele não tenha esse preconceito e nem um outro.

    Beijos

    ResponderExcluir

Oba! Adoro quando você comenta!