20 de junho de 2013

Vic adoece e eu piro


O pobrezinho agora está com dor de garganta, placas de pus e etc... Vou contar detalhes:

Há três dias atrás, ele começou com uma febre estranha, examinei (de médica toda mãe tem um pouco) e não encontrei nada muito óbvio. Logo surgiram bolinhas avermelhadas por todo o tórax e cabeça.

Levei no hospital infantil que eu já comentei várias vezes aqui que é uma porcaria, e tinha mais de 40 crianças, dois médicos atendendo, e nada da fila diminuir. Fui pra casa, e no dia seguinte paguei consulta particular.

O doutor, que vou apelidar de Dr. Florzinha, pela delicadeza, examinou o Vic, e quando olhou a garganta estava avermelhada, ao que ele passou um remédio chamado profenid.

Dois dias se passaram e a febre aumentava progressivamente, até a madrugada de hoje, em que eu acordei três horas da manhã com ele chorando de dor, queimando de febre, medi e estava com 38,5 graus... Dei o remédio, e nada, acordei minha mãe às 4h da manhã e fomos ao pronto socorro infantil de merda, que ainda assim é melhor que nada.

O médico que me atendeu pediu exame de sangue, imagina que tristeza, nós 4h30 da manhã no terrível posto de segurar os braços de um bebê que não fala, mas que sabe dizer "aiaiai" chorando, e pedindo pelo amor de Deus com os olhos para que você o tire daquela situação.

O exame deu "virose" e deficiência de ferro.

Durante a tarde, conseguimos uma consulta com o Doutor Tufas, vocês sabem, Dr Luiz Carlos, o pediatra do Vic. No caminho, encontramos uma mulher que disse que a mãe dela era benzedeira e colocava milho de pipoca embaixo da cama do garoto doente, e o que fosse, catapora, sarampo, "estourava" durante a noite, assim logo se via o que o menino tinha, e assim sarava logo.

Chegamos no Dr. Tufão, e finalmente ele examinou corretamente, isso já eram 3h da tarde, o Vic o dia todo chorando, enquanto acordado.

Deu o mesmo diagnóstico, dor de garganta, placas de pus, passou os remédios, e olhou o exame: virose e deficiência de ferro. As marcas pelo corpo eram decorrentes da virose também.

Ainda assim, chegando em casa, eu fui procurar milho de pipoca, mas não tinha.

Daqui a pouco chega meu tio, com um vidrinho com uma tal água de prata, que segundo ele, cura fungos, leveduras, vírus e infecções. Dei também um copo!

Agora estou aqui, com os olhos esbugalhados, cheia de sono, mas com medo de dormir e ele passar mal e eu não ver. E quase indo ali na vizinha pedir um copinho de pipoca.

Tomara que eu não encontre mais ninguém que me fale uma superstição pra esse menino sarar, porque do jeito que ele tá, to topando qualquer parada!

Um beijo e se puderem, orem pela saúde do meu pequeno.



2 comentários:

  1. Tadico...
    Aqui em casa minha mãe arrancava essas placas de pus assim que as percebia, não tenho essa coragem , na verdade Bela nunca deu assim visivel, mas eu e meus irmãos nos safams de muita bezetacil graças a agulha de croche com algoão e alcool da minha mãe.
    Melhoras e q vc consiga logo descansar... =)

    ResponderExcluir

Oba! Adoro quando você comenta!