28 de julho de 2013

Essa sua independência...


Eu lendo meu boletim semanal do baby center, achei o seguinte:

"A individualidade leva anos para se formar. Depois de acreditar que é a mesma coisa que a mãe, por volta dos 6 meses a criança não só passa a ver a diferença como também entende que pode ser deixada sozinha. É nessa fase que se inicia um medo de abandono conhecido como ansiedade de separação, algo que pode durar até os 2 anos. "

O Baby Center parece que adivinha o que está acontecendo aqui em casa, não é possível. 


Ele (Vic) sempre foi muito independente, saía com os avós e nem lembrava da minha existência, ficava vários minutos no colo de outrem sem reclamar, mas agora parece que bastou aprender a palavra "mamãe" e ter mais liberdade de gestos (como engatinhar e se jogar de colos) que quer ficar o dia inteiro grudado em mim.

A explicação continua:

"Com menos de 6 meses, as crianças se identificam totalmente com as pessoas que tomam conta delas. Além disso, basicamente pensam em suas necessidades básicas: comida, amor e atenção. "

Ou seja, o motivo da mudança é que antes dos sete meses, ele só precisava do básico, não importa quem desse... Mas agora ele tem preferências, e pode ser bem chatinho nesse processo, mas tempos que entender que ele só quer se sentir seguro, e ninguém melhor do que nós pra garantir esse sentimento pra eles.

"Estimule os momentos de descoberta, mas fique de braços abertos quando seu filho voltar correndo para se assegurar da sua presença. Esse tipo de conforto dos pais ainda será necessário por muito tempo. "



E como está o bebê de vocês, mamães leitoras? Quero saber se já são mocinhos livres e desbravadores, ou se ainda pedem colo a todo segundo!


Um grande beijo!

9 Meses


Caramba, como passa rápido!

Foi ontem que ele falou "mamãe" pela primeira vez?

Hoje em dia ele simplesmente fala "mamãe" tantas vezes por minuto que parece um disco arranhado! hehehe

Meu gatinho, cheirosinho, que Deus te conserve junto comigo por quanto tempo você quiser! (Digo isso porque um dia, e será muito rápido, você terá 18, e talvez queira cair no mundo, formar sua família)

Parabéns, mamãe te ama muito!

26 de julho de 2013

O assunto do momento

Muito raro quando um assunto desses vai pra esfera do mundo real (leia-se mundo dos não-pais). Afinal, só quem tem um bebê em casa, de até cinco anos de idade (que ainda tem as lembranças do próprio parto fresquinhas na cabeça) é que prestariam atenção em um assunto desses.

Porém, o que tenho visto na mídia e nas redes sociais, é um debate acirrado entre pessoas que defendem o parto normal sem ao menos serem pais, ou sendo, defendem porque tiveram a SORTE de conseguir um parto natural e tranquilo. Ou defendem porque são maria vai com as outras mesmo.

Enfim, com o pavio da discussão já aceso, eu esbarrei em um trailler de um filme que estréia mês que vem, assistam o trailler:


É verdade que muitos médicos, que não encontro outra palavra pra melhor pra descrever do que PILANTRA, agendam uma cesárea nos primeiros três meses, de acordo com a comodidade deles, e isso é MUITO errado.

Concordo também que cesárea desnecessária não é pra ser feita, porque a natureza faz o bebê "sinalizar" que está pronto, e como ele faz isso? Contrações, dores, o chamado trabalho de parto. Infelizmente.

Mas aí aquela mulher na poltrona dizer que a Ocitocina liberada no parto normal não existe no parto cesárea, subentende-se que estamos criando uma geração de robôs, ou que não amamos nossos bebês como deveríamos, e aí já é demais! O amor entre nós (eu e Victor) só cresce, aqui tem ocitocina (o hormônio do amor) pra dar e vender, e é da boa, não da sintética! hehehe

Queria eu que todas as mães, inclusive eu, tivessem a sorte de ter a experiência de um parto natural, mas nem todas conseguem.

Quem já leu meu relato de parto, sabe que fiquei ONZE horas em trabalho, tive contrações regulares nas primeiras sete horas, e nas últimas quatro não tinham mais intervalos, porém a dilatação não passava de 3 cm, e muuuito sangramento, ou seja, não tinha espaço pra um bebê passar, e nem a ocitocina sintética aplicada na minha veia resolveu. 

Pessoalmente, acho estranho (pra não dizer cruel) agendar uma cesárea. Quando eu estava grávida, sempre quis parto normal, defendia com unhas e dentes e metia o pau nas gestantes que queriam cesárea.

Como Deus faz a gente pagar pela nossa língua!

Se eu fosse uma jovem mãe dos anos 30, será que eu não teria morrido no parto com um bebê entalado?

Por isso, hoje em dia, minha opinião é de que todos os meios de se trazer uma criança ao mundo são válidas, são lindas. Mais vale um parto cesárea do que um aborto, concordam? 

E pras mães que agendam o parto antes, vocês também têm o meu respeito, pois Deus sabe a necessidade de cada um, e não sou ninguém pra julgar.

O filme estréia mês que vem, e eu pretendo ir assistir (afinal, não posso falar sobre o que não vi), mas pelo jeito terei que ir sozinha, pois as minhas primas Sol e Pam quando viram o trailler chegar na cena do parto, ficaram brancas, e quase desmaiaram. Bando de frouxas. Se alguém quiser ir comigo, só me avisar pelo face ou e-mail (aqui na aba contatos têm todos os dados)

Beijos e vivam a vida!

25 de julho de 2013

E chega o inverno!



Época de ficar debaixo das cobertinhas, curtindo um chocolatinho quente, assistindo um filminho interessante.... Só que não!

O Victor simplesmente se recusa a ficar embaixo das cobertas, agora que está aprendendo a andar, a não ser que na TV esteja passando pelo que me parece ser a milésima vez (no mesmo dia) o seu amado DVD do Cocoricó.

E eu, como boa mãe que sou (ahan), pra não deixar ele pelo chão frio, além de colocar duas blusas de manga, uma blusa de frio, touca, duas calças (meu amigo Samuel, de Barbacena -MG, diz que ele fica igual a um dos personagens de South Park), deixo o tal DVD rolando.


 Quando não aguento mais o Júlio com aquela gaita duzinfernu, eu encosto a cama na parede, e deixo ele treinar e cansar um pouco as pernas. Quando ele se irrita de vez, que nem Cocoricó, e nem a cama resolvem, a mula de carga têm que ficar em pé com ele, passeando pela casa!

Ser mãe é padecer no paraíso, mas ninguém me disse que esse paraíso era no inverno, e só com uma folhinha pra cobrir nossas partes!

Mas chega de trololó, vamos às minhas dicas pra essa estação:

Água - Não descuidem da hidratação dos pequenos (e a sua também), só porque não está calor. Apesar do corpo demorar mais tempo pra expelir os líquidos ingeridos no inverno, devemos nos atentar para o consumo de água, que ajuda até mesmo a prevenir gripes e resfriados, muito comuns nessa época do ano!

Pele - A temperatura fria, os ventos gelados, e o possível tempo seco, podem fazer os lábios racharem, a pele descamar, os olhos ficarem irritados, por isso caprichem nos hidratantes (existem para bebês também), a famosa manteiga de cacau (baratinho na farmácia) pra não ficar uma mamis feiosa e craquelenta!

Passeios - Evitem sair de casa com bebês com menos de quatro meses de idade para lugares com aglomerações de pessoas. Nessa idade, as defesas do organismo ainda não estão desenvolvidas.

Quarto - Manter a casa e principalmente o quarto do bebê arejado e limpo. É importante não ter nada que possa acumular pó, pois os ácaros (grande causador de alergias respiratórias) costumam se fixar em objetos como bichinhos de pelúcia, tapetes, cortinas, protetor de berço, mosquiteiro, almofadas, caixas de brinquedos

Umidifique o ar - Uma das soluções caseiras mais conhecidas é a da toalha molhada na janela. Outra é Um balde (ou vasinho) com água para locais fechados cheio de pessoas, é funcional para umidificar o ar.  



Um grande beijo, e aproveitem a minha estação preferida do ano (ou era, até o vic nascer! rs)

23 de julho de 2013

Chega de mamadeira!


Meu negócio é xícara de porcelana, agora!

video


Primeiro dente e as novidades do mês

Depois de muito tempo sem postar nada (estava de mudança e demoraram a reinstalar a linha telefônica) tenho novidades!

O primeiro dentinho já está saindo, o top baby model não me deixou fotografar, mas autorizou a divulgação do vídeo dele fazendo sua higiene bucal (hehehe):

video



Além disso, por estarmos sumidos, aposto que nem notaram, mas mesmo assim, vou postar as fotos desse mês:

(último dia na casa antiga)


(primeiro dia na casa nova)


Fomos à uma festinha de aniversário, da priminha dele, Sara:




(ele adora uma parede de grafiato, nunca vi!)


(brincou litros!)

Bom, é isso, minha internet voltou, agora posso voltar às atividades bloguísticas hehehe

Um beijo a todos quer ainda me lêem!


14 de julho de 2013

Estamos no "Mamães em rede"


A nossa velha rotina pra dormir criou asas e foi ajudar outras mamães por aí:

LINK

Você têm uma postagem legal e gostaria de participar da Rede? Na abinha do blog, tem o e-mail de contato, participem!!

3 de julho de 2013

O Primeiro vexame público


Foi na PHARMACIA

Minha mãe comprando remédio de pressão e eu com o Victor no colo, andando pelas prateleiras, peguei um vidro daquelas papinhas prontas da Nestlé e o abusado simplesmente deu um tapa na minha mão!

oops_thats_a_major_faceplant_fail_19

Barulho de vidro quebrado.

Parece que a loja toda ficou em silêncio e olhou pra mim, e eu com aquela cara de "não fui eu" mas como ia colocar a culpa num bebê? É claro que fui eu, né, essa mãe desatenta e "lesa".

Veio a mocinha com um pano pra limpar, com aquele nariz torcido de quem diz "pqp, final de expediente e eu limpando papinha que essa fdp quebrou", mas com sorriso impecável dizia: "que isso, imagina, não foi nada"

Arquei com o prejuízo, e da próxima vez ficamos dentro do carro esperando!

Porque metade de mim é desastrada. A outra metade deixei cair e quebrou. E agora tenho um polvo que vai andando no meu colo e colocando a mão em tudo. Aiai...


1 de julho de 2013

Alimentação e sono


A chuva adiou nossa mudança para quarta feira. E a casa está o triplo mais cheia de caixas!

Mas segundo o título, vim falar de outra coisa...

Nos últimos oito meses, a alimentação do Vic e o sono foram se desenvolvendo, e de vez em quando as pessoas me perguntam como está a situação agora, se já dorme, se já come de tudo, etc.

Bom, mudou. E muito! Hoje o Vic tira uns 3 cochilos de vinte minutos cada, durante o dia, e mais ou menos umas nove e meia da noite eu deito com ele na cama, ele rola pra lá e pra cá uns dez minutos e dorme
S-O-Z-I-N-H-O.

Isso mesmo, de noite não preciso mais ninar, nem nada. Aquela rotina que postei AQUI já nem faço mais, ele está ficando um homenzinho e sabe a hora de dormir!!


A alimentação, bom, vejamos basicamente o que ele come:

9:00 - 180ml de vitamina de leite com frutas (geralmente uso banana, abacate, maçã, manga ou pêra) e farinha Láctea (ele adora, toma com a colher, pois fica bem grossa)
12:00 - Almoço - Sopa batida (ele até come amassada, mas como ficou doente esses dias e não tava aceitando nada, resolvi facilitar) Geralmente na sopa dele tem: Frango ou carne, chuchu, batata, mandioquinha, espinafre, couve, tomate sem pele e sem caroço, cebola, coentro, beterraba... (depois passo umas receitinhas)
15:00 - Bananinha amassada ou vitamina
17:30 - Jantar - Sopinha também
21:00 - Última vitamina da noite
03:00 - Dou uma mamadeira de leite puro, que ele mama dormindo, mas mama tudo, assim não acorda morto de fome às 7:00 da manhã

Claro que entre uma refeição e outra, nós damos tudo que ele quiser comer, por exemplo pão, suco, danone,   qualquer coisa que estiver no nosso prato e ele queira... Esses dias comeu um espetinho de frango, eu ia tirando os fiapinhos e dando na boquinha dele.

Enfim, a dele está melhorando, e a minha, piorando: A comida está sempre fria, a cerveja sempre quente, a salada sempre murcha e o arroz sempre a raspa da panela, porque eu alimento ele antes de mim, e quando chega minha vez tá assim a situação hehehe mas faz parte da vida né?

Além disso, deito com ele às nove, porque ele é beeeem ativo, e nos consome muito a energia, ainda mais agora que já está engatinhando e querendo andar, vive se pendurando nas coisas e caindo no chão, é o dia inteiro correndo atrás dele, até pra ele não pegar os nossos chinelos e colocar na boca.



Mesmo assim, fico muito feliz, pois vejo que ele está se desenvolvendo rápido, ele é muito esperto. Pensar que uns meses atrás mal virava, agora quase anda, meu Deus...

Beijos a todas, e vamos ver até quando tenho internet!