26 de novembro de 2013

Sejamos justos


Eu sou daquelas pessoas bem "coração de mãe" mesmo, e esse blog é assim, tem que ter lugar pra mais um...

Pensando nisso, pretendo alterar mais uma vez o nome deste blog, que já foi "As aventuras de Laurinha" quando achei que esperava uma guria, agora é "As aventuras do Vic", e qual será o próximo nome?

Me sugeriram parir outro blog, mas eu não me vejo cuidando de duas crianças e dois blogs, que dão quase o mesmo trabalho (cof cof), e se um ficar mais bonito ou mais detalhado que o outro, vai gerar ciúmes nas crianças (kkk) então vou dar uma mudada no layout (paguei quase cem contos de réis por esse e lá se vai tudo!)

Alguém me sugere um nome?

Quero um nome prático, que não dê trabalho pra digitar lá no navegador, etc... e que transmita o assunto, que são as minhas experiências com dois hijos!

Aguardo sugestões!

Um beijo!

25 de novembro de 2013

Um é pouco, dois é bom....


Estou grávida novamente!


Melhor começar a postagem de forma bombástica, chocante, que odeio ficar rodeando até chegar no assunto, vcs me conhecem né?

Pois é verdade, o Vic ganhará um irmãozinho ou irmãzinha em breve (estou com 15 semanas de gestação).

E não é só isso que vamos ganhar. Junto vai vir um marido maravilhoso pra mim(estou de casamento marcado já), um papai pro Vic que o ama muito, uma família como sempre sonhamos e uma casinha nossa, pequena mas cheia de amor e cuidados pra os dois pequenos (A merda é que junto com a gravidez vem a viadagem, to escrevendo e já com o zóio cheio de lágrimas hehehe).

O Edu está explodindo de felicidade, e eu também, pois essa gravidez está sendo diferente em muitos aspectos. Estou sendo mais paparicada pelo pai do baby (o contrário da gestação do Vic), é muito bom ter alguém te ligando pra saber notícias, alguém fazendo carinho na sua barriga, falando com o bebê, alguém cuidando do Victor pra eu esticar as pernas um pouco, pra variar...
E alguém que é HOMEM de verdade que assim que soube da gestação tá correndo atrás de tudo pra nos dar conforto, ao invés de se preocupar em comprar um monitor novo pro seu computador (kkk desculpem, não resisti a essa).

Assim que eu tiver o primeiro ultrassom mostro os detalhes aqui no blog, inclusive essa gravidez está sendo diferente, pois fui premiada com uma hérnia no umbigo, que ainda não sei se poderei ter parto normal, e pretendo fazer laqueadura, o que está me cheirando uma briga futura (pois o Edu quer ter três filhos, e três é demais pra mim);

Além disso, já estamos pensando até em quem vamos chamar pra batizar o novo baby, e isso também está sendo um pouco estressante.

Já sinto dores nas pernas, dessa vez tive muito enjôo e as dores de cabeça começaram bem cedo! Enfim, o protocolo de sempre...

Um beijo, e peço a vocês que não me parabenizem pelo facebook ou algo do tipo, me chamem em inbox, pois como sabem, minha vida é um livro fechado, mas de capa transparente, pra ler basta se esforçar um pouco, e to fugindo dos mesmos bisbilhoteiros de sempre!

Será que agora vem a Laurinha?

Beijos!

Meu emprego relâmpago


Eu não disse que sentia falta de trabalhar?

Pois bem, pintou um serviço numa casa de ração, e eu fui cheia de coragem trabalhar por lá. Como minha mãe está em casa, deixei o Victor com ela. E saía de manhã, voltando às sete da noite.

Resumo da ópera: Victor teve dificuldades para se alimentar e ficou doente.

Meu emprego só durou uma semana, pois a creche de Mongaguá, dá vontade é de trazer as crianças todas pra casa pra cuidar melhor, tadinhas.

O negócio é primeiro adaptar o rebento numa escolinha decente, e aí sim ir procurar um emprego. Esse menino é muito apegado a mim, e a culpa é inteiramente minha, pois durmo com ele na cama, e passo o dia todo com ele grudado. Agora aguenta!

Até a próxima!

Bjs