25 de novembro de 2013

Meu emprego relâmpago


Eu não disse que sentia falta de trabalhar?

Pois bem, pintou um serviço numa casa de ração, e eu fui cheia de coragem trabalhar por lá. Como minha mãe está em casa, deixei o Victor com ela. E saía de manhã, voltando às sete da noite.

Resumo da ópera: Victor teve dificuldades para se alimentar e ficou doente.

Meu emprego só durou uma semana, pois a creche de Mongaguá, dá vontade é de trazer as crianças todas pra casa pra cuidar melhor, tadinhas.

O negócio é primeiro adaptar o rebento numa escolinha decente, e aí sim ir procurar um emprego. Esse menino é muito apegado a mim, e a culpa é inteiramente minha, pois durmo com ele na cama, e passo o dia todo com ele grudado. Agora aguenta!

Até a próxima!

Bjs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oba! Adoro quando você comenta!