15 de julho de 2015

Uma carta para a Ludmila de 30 anos

Gente! Achei essa carta numa caixinha que eu guardava porcarias de adolescente! Chorei litros e vou transcrever pra voces:

                     (Eu com 17)

No envelope estava escrito "abra somente aos 30" mas nao aguento, abri aos 26 mesmo e levei bronca logo de cara

"Oi velhota! 

Se voce ainda nao tiver trinta, larga de ser curiosa e volte dia 13 de outubro de 2018
Nossa, parece que voce está a anos luz de distancia de mim, espero que voce tenha sido bem sucedida nas nossas metas.
A essa altura acho que você já é casada, com certeza com o Douglas, tem dois filhos e mora em um apartamento em São Paulo, com decoracao dos filmes do Tim Burton, de preferencia.
Espero que você nao seja uma chata, e que tenha conservado o nosso corpo magrinho (inutil escrever isso, acho q nunca vamos engordar).
Se por outro lado, as coisas estiverem indo mal por aí (espero que não), que voce possa se lembrar de quem você realmente é, que sou eu, acho que sou corajosa, acho que sou audaciosa, e acho que sou feliz, e isso quero que consigamos manter ate o fim da nossa vida, lembre de mim nas horas dificeis.
Dizem que a idade traz experiencia, voce mudou alguma coisa? Por favor, nao seja uma chata!
Ps: te perdoarei por tudo que tenha feito conosco, mas nunca perdoarei se voce parar de dançar! A gente fica feliz a ponto de voar quando dança, nao esquece disso!"


Olá querida Lud de 17.

Lhe devo desculpas, pois nesse seu plano perfeito, só consegui os dois filhos.
Não tenho casa, carro, emprego e meu marido não é o Douglas. Inclusive vi ele no shopping essa semana com a esposa, e fiquei muito feliz por ele, sei que voce deve estar horrorizada de saber disso, mas esse "amor eterno" acaba em 2008 ok? 
É, minha amiga.... Com 17 voce pesa 38kg né? Hoje eu peso 68... Mas calma! Nao to um dragao como voce pensa!
E vou considerar a ideia de voltarmos a dancar, me desculpe tambem por isso. As coisas têm sido de fato difíceis, mas a sua carta, ainda que escrita em tom de piada, típicos da sua idade, me fez renovar as forças pra lutarmos mais um bocadinho!
Muito obrigada por me fazer relembrar o frescor da juventude. Te amo!

                     (Eu com 26)


Abracos a todos e lembrem-se sempre do seu eu de 17, cheio de sonhos e garra pra lutar!